Vitória de Vettel e show de Hamilton

Vitória de Vettel e show de Hamilton

Carrocel, Formula 1

Vitória de Vettel e show de Hamilton

O GP de F1 do Brasil é um dos mais singulares de todo o Mundial de F1 e é o segundo traçado em maior altitude, relativa ao nível do mar, logo atrás do do México (800 metros). A corrida de Interlagos foi precedida, há duas semanas atrás, pelo GP do México disputado no Autódromo Hermanos Rodríguez, que para além de ser o traçado em maior altitude é, também, um dos mais rápidos do mundo. Lá a vitória foi para Verstappen, que rubricou o seu segundo triunfo, mas os grandes protagonistas foram Hamilton, que assegurou o seu quarto título porém, e curiosamente, conseguido em simultâneo com o seu pior resultado da temporada consequência do toque com Vettel na saída.

Ontem, pela primeira vez na história da Fórmula 1, dois tetracampeões competiram um contra o outro em pista. Para tal, o palco da acção não poderia ser melhor, o templo sagrado de Interlagos, onde Sebastian Vettel e Lewis Hamilton mostraram porque são os dois melhores pilotos da actualidade.

Bravo na largada, o piloto alemão da Ferrari partiu “para cima” de valttei Bottas que estava na pole, apontou o carro por dentro na entrada do “S do Senna” e assumiu a liderança. Daí para a frente, Vettel só perderia a liderança para Hamilton mas isso antes de o já campeão de 2017 fizesse a sua primeira paragem. Decidido, Vettel reassumiu a dianteira rumo à quinta vitória na temporada e 47ª da carreira.

Por seu turno, Lewis Hamilton mostrou tudo o que sabe ao sair da última posição da grelha e efectuar uma espectacular escalada até à porta do pódio. O tetracampeão mundial concluiu a corrida a pressionar fortemente Raikkonen para chegar ao pódio, o que falhou por escassos centésimos de segundo.

Sebastian Vettel tem agora tudo para discutir o vice-campeonato no Mundial de pilotos, o que o alemão deverá vir a confirmar no fecho da época, em Abu Dhabi.

O protagonismo do dia foi também dividido com o brasileiro Felipe Massa, que se despediu dos fãs brasileiros naquela que é a sua última temporada na Fórmula 1.