Vitória de Peterhansel na 11ª etapa do Silk Way Rally 2017

Vitória de Peterhansel na 11ª etapa do Silk Way Rally 2017

Carrocel, Destaque, Noticias, SilkWay Rally

Vitória de Peterhansel na 11ª etapa do Silk Way Rally 2017

Stéphane Peterhansel (Peugeot 3008DKR n°106) nos carros e Martin Kolomy (Tatra Phoenix n°311) nos camiões, foram os vencedores da 11ª etapa do Silk Way Rally que se disputou entre Dunhuang e Jiayuguan, situada na extremidade ocidental da Grande Muralha da China. Na véspera de duas etapas consideradas como sendo se por um lado as mais aprazíveis, por outro as mais duras desta edição, Cyril Despres (Peugeot 3008DKR n°100) e Dmitry Sotnikov (Kamaz-Master) continuam a liderar a corrida nas suas respectivas categorias.

Yazeed Al Rajhi

Oitavo carro a partir para esta relativamente curta especial do dia, Stéphane Peterhansel e Jean-Paul Cottret (Peugeot 3008DKR n°106) tiveram pelo menos uma boa razão para manter um bom ritmo hoje – seguir logo atrás de Cyril Despres, seu colega de equipa e líder da classificação geral, tão rápido quanto possível, nem que fosse para cumprir à risca o papel de aguadeiro de primeira. A partir 8 minutos depois de Despres e Castera eles não foram em perseguição do outro Peugeot 3008DKR. No entanto, viram os seus esforços recompensados com a 4ª vitória nesta edição da prova, a 9ª para o Team Total Peugeot.

Segundos e a 1m13s, Cyril Despres e David Castera vão amahnã e mais uma vez contar com a “full risk assistance policy” na primeira etapa de grandes dunas deste Silk Way Rally.

Atrás dos dois Peugeots, estão os dois Mini John Cooper Works de Yazeed Al Rajhi (3º a 2m08s) e de Bryce Menzies (4º a 4m58s). O americano tirou vantagem das cautelas do piloto chinês Han Wei’s (6º a 11m04s) para lhe “roubar” a segunda posição da tabela geral de classificação. Não que Menzies se possa sentir descansado, nem sequer confortável, com isto porque nem o ‘General Han’ no seu Geeley SMG buggy, nem Christian Laveille (Baïcmotor n°107) têm a menor intenção de lhe facilitar a vida. A três dias da chegada a Xi’An, a batalha pelo pódio está agora a começar!

 

Camiões: Kolomy continua ao ataque

Martin Kolomy

A avançar em formação cerrada desde que chegaram à China, os pilotos do Team Kamaz-Master estão, aparentemente ou não, a fazer uma gestão meticulosa da corrida. Não que esteja sequer no seu pensamento deixarem fugir uma vitória sem darem luta. Uma das principais figuras nesta corrida de camiões, desde o primeiro dia, tem sido o piloto checo Martin Kolomy aos comandos do seu Tatra Phoenix n°311, que também está bem ciente que não pode aliviar o pé se quer alcançar a sua terceira vitória e defender a terceira posição à geral que é tão ambicionada por Airat Mardeev. Com uma 10ª etapa adversa onde sofreu um furo a apenas 50 quilómetros do fim da especial, a Senhora D. Sorte decidiu animar o dia de hoje a Kolomy. A lutar por meros segundos com o Kamaz-Master de Shibalov e Sotnikov que tinham saído atrás dele, o piloto checo conseguiu terminar a preciosos 49 segundos à frente de Anton Shibalov. Terceiro na etapa de hoje, a 1m07s, Dmitry Sotnikov e oo seu Kamaz-Master de nova geração segurou os seus quase 15 minutos de vantagem que lhe asseguram a liderança à geral.

 

ROAD BOOK

Amanhã: Etapa 12 JIAYUGUAN – ALASHAN YOUQI “A longa jornada” 483,79 km

Amanhã vai disputar-se uma das duas etapas mais exigentes do rally (254,75 km) com dunas de principio ao fim, intercaladas por secções de pista rápida. A navegação será da maior importância amanhã. Os concorrentes vão enfrentar toda a diversidade possível de terreno que um piloto de rally-raid pode ambicionar.