Silk Way Rally - Poder francês reina no deserto de Gobi

Silk Way Rally – Poder francês reina no deserto de Gobi

Carrocel, Destaque, Noticias, SilkWay Rally

Silk Way Rally – Poder francês reina no deserto de Gobi

Etapa 10 – HAMI-DUNHUANG (525,24 km)
Terreno: 95% de estradões (de terra e areia) – 5% (rochas) 5% off-road (areia, cascalho e terra)
ALTITUDE: 553-1916m

Aos comando de um Peugeot 2008 DKR, Peterhansel e Cottret venceram a 10ª etapa que ligava Hami a Dunhuang num total de 525km, enquanto Martin Van Den Brink leva a vitória com o seu Renault K520 Sherpa, e dilatar a sua liderança na geral.

 

Silk Way Rally - Poder francês reina à entrada para o GobiPeter’ o sentinela

Mais um dia na fornalha chinesa, o deserto de Gobi tem sido palco das vitórias de Stéphane Peterhansel e Jean-Paul Cottret (Peugeot DKR 2008), no papel de assistência rápida.

No segundo lugar na geral, Sébastien Loeb e Daniel Elena (Peugeot DKR 2008) foram vice-campeões na etapa de hoje a 1 minuto e 15 segundos de  Peterhansel. Harry Hunt e Andreas Schulz  em Mini ALL4 Racing, foram os terceiros mais rápidos a 03m03s dos vencedores. Já os líderes à geral do Silk Way Rally 2016, Cyril Despres e David Castera (Peugeot DKR 2008) quedaram-se pela 4ª posição do dia a 03m35s do vencedor, e agora têem agora 09m57s de vantagem sobre Loeb na classificação geral, quando faltam apenas 4 especiais até ao fim da prova.

Yazeed Al Rahji e Timo Glottschalk (MINI ALL4 Racing) completaram o Top 5 a 4m13s dos lideres do dia e estão em terceiro da geral com uma confortável vantagem de 17m46s para o quarto lugar na classificação geral, Vladimir Vasilyev e Konstantin Zhiltsov (MINI ALL4 Corrida ). Harry Hunt e Andreas Schulz encerram o Top 5.

 

301 MARTEN VAN DEN BRINK ( NLD ) PETER WILLEMSEN ( BEL ) DANIEL KORZLOVSKY ( CZE ) MAMMOET RALLYE SPORT RENAULT action during the Silk Way 2016 Rally , Stage 10 Hami - Dunhuang , July 19, China - Photo Florent Gooden / DPPI

Van Den Brink contra-ataca

Martin Van Den Brink e a tripulação do Renault K520 recuperaram hoje após os problemas de refrigeração de ontem. O piloto holandês sabia que tinha ganho 6 minutos quando passou pelo primeiro Kamaz. Com 40kms restantes de etapa especial, o pneu traseiro direito do Renault Sherpa começou a rasgar-se e a tripulação começou a injectar ar comprimido, pelos compressores instalados a bordo destes veículos, conseguindo adiar uma troca de pneu e “rezando” para que os outros três aguentassem inteiros até final da etapa. o holandês conquistou a vitória na etapa a 02m51s do segundo classificado na etapa e na geral, Airat Mardeev (Kamaz). Van Den Brink tem agora uma vantagem de 04m32s sobre o russo na classificação geral. O trio Kamaz de Anton Shibalov, Edouard Nikolaev e Dmitry Sotnikov completaram o Top 5. Em terceiro lugar geral, Shibalov está agora a 09m20s do líder, Van Den Brink.