Silk Way Rally - no rumo certo (Wuhai-Hohhot)

Silk Way Rally – no rumo certo (Wuhai-Hohhot)

Carrocel, Destaque, Noticias, SilkWay Rally

Silk Way Rally – no rumo certo (Wuhai-Hohhot)

Etapa 14 – Wuhai-Hohhot “O direito rubrica” 754,28 kms
TERRENO: 70% estradões (60% areia e 10% terra), 30% off-road (25% dunas e 5% de vegetação)
ALTITUDE: 1039-1224m

O triunfo de Despres e de Mardeev!

Na última etapa especial do rally (261 km), os vencedores na categoria auto foram Yazeed Al Rahji e Timo Glottschalk (MINI ALL4 Racing), enquanto que Cyril Despres e David Castera (Peugeot DKR 2008) são os grandes vencedores do Silk Way Rally de 2016. Já Airat Mardeev (Kamaz) leva a vitória na categoria camião. Amanhã, toda a caravana irá para Pequim para a cerimónia de consagração no Complexo Olímpico em frente ao estádio.

O novo Rei Leão!

À chegada da última etapa do Silk Way Rally 2016, os ocupantes do Peugeot 2008 DKR com o nº104, as emoções de Cyril Despres e David Castera eram claras e visíveis a todos. Depois de 14 etapas especiais programadas e mais de 10,000kms percorridos, os dois ex-pilotos de motos venceram o seu primeiro rali-raid  sem ser nas duas rodas. “É emocionante e alegre”, exclamou o piloto da Peugeot. “Eu estou feliz por partilhar esta vitória com o David. Nunca é fácil vencer um rali, quando nos apercebemos da qualidade dos adversários e que temos de lutar por mais de duas semanas.”

Desde a partida, em Moscovo, as antigas estrelas das duas rodas provaram ser um dos principais candidatos à vitória, quer pela sua consistência quer por terem evitado ao máximo qualquer adversidade que lhes poderia aparecer nesta edição particularmente exigente de 2016. No entanto, Despres e Castera teve um pequeno susto quando estavam apenas a 30km do fim, receberam um aviso de um provável problema no turbocompressor. “Tivemos um pequeno momento de stress. Eu disse a mim mesmo, o mesmo que Nakajima nas 24 Horas de Le Mans, ‘Eu não tenho poder! Nós abrimos o capô e felizmente o Jean-Paul Cottret encontrou imediatamente o problema. Este foi mais um exemplo de trabalho de equipa. É mais fácil ganhar quando estamos rodeados pelos melhores! Enquanto eu ainda tenho muito para aprender, esta edição de 2016 do Silk Way Rally ajudou-me a dar um importante passo em frente neste novo capítulo da minha carreira de piloto”.

Com esta segunda vitória numa etapa, Yazeed Al Rahji e Timo Glottschalk (MINI ALL4 Racing) solidificaram a sua segunda posição na classificação final, a 25 minutos e 51 segundos dos campeões. Os carros preparados pela X-Raid foram um modelo de consistência com os russos Vladimir Vasilyev e Konstantin Zhiltsov a completarem o pódio. Harry Hunt e Andreas Schulz ficaram em quarto na geral. A combinação cazaque-russa de Aidyn Rakhimbayev e Anton Nikolaev colocou o quarto Mini no Top 5.

 

Silk Way Rally - no rumo certo (Wuhai-Hohhot)A classe de Mardeev

Vencedor de três etapas a prova, Airat Mardeev (Kamaz) usou a astúcia e a velocidade para adicionar mais um troféu à extraordinária colecção da fabricante russa de camiões de títulos de rally-raids. Naquela que foi uma batalha de David contra Golias, a disputa entre a “Blue Armada” e o Renault Red ‘Sherpa, Mardeev concluiu o caminho para a vitória à geral com o melhor tempo na etapa, à frente do seu companheiro de equipa e vice-campeão Dmitry Sotnikov. Mas o vencedor na categoria do camiões não podia dar-se ao luxo descontrair na etapa pois a diferença de tempos era curta. “Era impossível de relaxar”, disse Mardeev. “Nós percebemos que estávamos perto do objectivo. O mais importante era não cometer erros e ir até o fim “.

Líder da prova na classe dos ‘Big Rigs’ durante parte da prova, Martin Van Den Brink foi terceiro na etapa e na geral, completando o pódio geral. Edouard Nikolaev no Kamaz ‘retro’ e o chinês Hou Hongning foram quartos, enquanto Naberejnyhe Tchelny encerrou o Top 5 geral.

 

Amanhã
Etapa 15 – Será a derradeira etapa da edição de 2016 do Silk Way Rally, e irá ligar Hohhot a Pequim num total de 507,81 km. Toda a caravana vai deixar o bivouac em direcção à capital chinesa, Pequim onde está montado o pódio. Os vencedores nos automóveis, T2 e camiões irão receber os louros merecidos, mas na verdade todos são merecedores pois todos são vencedores!