Porsche abandona e deixa equipa de Jackie Chan perto de vencer

Porsche abandona e deixa equipa de Jackie Chan perto de vencer

Carrocel, Velocidade

Porsche abandona

e deixa equipa de Jackie Chan perto de vencer

A tensão continua a fazer sentir-se forte nas horas finais desta edição das 24 Horas de Le Mans, quando o protótipo #1 apresentou uma falha mecânica e se viu forçado a parar na área de escapatória as respirações na box deixaram de se ouvir.

As 24 Horas de Le Mans mais uma vez ganharam tons dramáticos nas horas finais, quando o cansaço dos humanos e dos motores se intensifica. A Porsche, que parecia caminhar com tranquilidade rumo à terceira vitória consecutiva nesta prova, abandonou por problemas mecânicos. Situação esta que poderá vir a proporcionar um resultado surpreendente, quiçá inédito.

Com André Lotterer ao volante, o protótipo #1 perdeu velocidade no início da volta 319 e começou a literalmente arrastar-se pela pista a 30Km/h até se imobilizar numa escapatória. Por mais que o piloto alemão, visivelmente transtornado, tenha tentado de tudo para reparar o bólide, o resultado foi mesmo o abandono em plena recta Mulsanne.

O carro com o #38, da equipa de Jackie Chan, a Jackie Chan Racing, é agora o mais bem posicionado entre os resistentes, apesar de que há uma vantagem de uma volta para o Rebellion #13, de Nelsinho Piquet, Mathias Beche e David Heinemeier Hansson.

Perante isto, Le Mans pode mesmo vir a ter um protótipo LMP2 como vencedor à categoria geral.

De referir que há ainda um protótipo da LMP1 na pista, o Porsche com o número #2, pilotado por Brendon Hartley, Timo Bernhard e Earl Bamber é o próximo da fila, com oito voltas de atraso. Tudo pode acontecer nas horas finais.