Pedro Mello Breyner e Pedro Velosa de SSV no DAKAR 2018

Pedro Mello Breyner e Pedro Velosa de SSV no DAKAR 2018

Buggy | OffRoad, Carrocel, Dakar

Pedro Mello Breyner e Pedro Velosa de SSV no DAKAR 2018

Estreia portuguesa de SSV na prova sul-americana do Dakar

 

Ao longo de 40 anos os portugueses estrearam-se na então prova africana, de automóvel em 1982 com uma equipa oficial do construtor português UMM… Mais tarde, em 1991 foi a vez de António Lopes se estrear nas motos… em 1994 foi Cristóvão Leitão aos comandos de um camião e em 2000 foi Ricardo Leal dos Santos o luso a aventurar-se nos Quad.

Pois que a novidade para a próxima edição será a estreia portuguesa nos SSV. Novidade essa que foi apresentada ontem em Portalegre na presença de alguns media e amigos e o NSE NewSportEvents também lá esteve.

A disciplina tornou-se autónoma em 2017 e os experrientes Pedro de Mello Breyner e Pedro Velosa disputarão o Dakar 2018, que tem partida marcada de Lima, Perú, e terminará em Cordoba, Argentina, aos comandos de um Yamaha YXZ 1000R da equipa C.A.T.  Racing de Camelia Liparoti.

A conhecida piloto italiana que por seis vezes se sagrou campeã do mundo de todo-o-terreno, na categoria Quad, está a caminho da sua 10ª participação no Dakar mas, também para ela, será uma estreia de SSV na mais mítica prova do TT.

Desde há muitos anos que sonhava participar no Dakar. Este ano com o convite da Camelia Liparoti para integrar a sua equipa desatou-se o nó que faltava para concretizar o projecto e eu não poderia estar mais motivado, aliás, como sempre, nos grandes projectos em que me envolvi ao nível dos desportos motorizados” comentou Mello Breyner dono de um extenso currículo em provas nacionais e internacionais.

Por seu turno, Pedro Velosa que conta já com três participações no Dakar, soma ao seu palmarés um título de campeão nacional absoluto TT em 2012, dois anos na equipa X-Raid e diversas provas internacionais aos comandos da sua moto, não se mostra menos entusiasmado que Mello Breyner “será o meu quarto Dakar, mas este terá sem dúvida um sabor muito especial por toda a novidade de uma estreia numa disciplina que está a ter um sucesso fantástico em Portugal. Estou certo de que vai ser uma grande aventura“.