Noite adversa para a Toyota em Le Mans

Noite adversa para a Toyota em Le Mans

Carrocel, Velocidade

Noite adversa para a Toyota em Le Mans

Líder por uma boa parte das primeiras horas da mítica maratona, a Toyota viu os seus carros #7 e #9 abandonarem a prova num intervalo de apenas 50 minutos entre eles.

Após o desaire da Toyota, o Porsche #1 assumia a liderança.

Tudo corria sem quaisquer incidentes para o Toyota #7, de Kamui Kobayashi, Mike Conway e Stéphane Sarrazin, até cerca perto do meio da décima hora. Foi nessa altura que o Safety Car entrou em pista para que os comissários pudessem limpar o lixo deixado na pista pelo Ford GT #66, que era no momento pilotado por Oliver Pla.

Foi no reinício da prova, quase quarenta minutos depois da entrada do Safety Car, que se iniciou uma sequência devastadora para a Toyota: o #7, pilotado então por Kobayashi, arrastava-se pela pista de maneira inexplicavelmente lenta a cerca de 50 km/h. Kobayashi nem sequer conseguiu regressar às boxes, imobilizando-se o carro no meio da pista.

O clima nas boxes da Toyota era de grande tristeza com Mike Conway, companheiro do japonês, a não conter as lágrimas. Mas as coisas piorariam ainda mais para a já sofrida equipa japonesa quando o carro #9, de Nicolas Lapierre, José María López e Yuji Kunimoto, sofreu um furo no pneu traseiro esquerdo ao ser atingido por outro carro, o que atingiria proporções inesperadas!

Ao tentar levar o carro para reparar os danos, Lapierre chegou a ficar parado pelo caminho, conseguiu reiniciar o protótipo e seguir em marcha lenta para tentar chegar à box, mas acabaria por se imobilizar perto da entrada da pit lane e o piloto saiu do carro. Era o fim!

Um ano depois vimos novamente as lágrimas nos olhos dos homens da Toyota. Durante a longa noite francesa, a Toyota viu apagarem-se as luzes dos dois carros que mantinham acesa a esperança do gigante nipónico na demanda pela conquista do título que mais lhe resiste: a vitória nas 24 Horas de Le Mans!