"Nas dunas sofro mais porque não sou lá grande especialista"

“Nas dunas sofro mais porque não sou lá grande especialista”

Carrocel, Dakar, Destaque, Noticias

“Nas dunas sofro mais porque não sou lá grande especialista”

O espanhol chega ao dia de descanso em segundo lugar à geral e logo atrás de Stéphane Peterhansel.

Carlos Sainz é, ao que parece, o único piloto que pode agora evitar que o francês Stéphane Peterhansel venha a adjudicar mais um Dakar consecutivo. O espanhol da Peugeot ocupa a segunda posição na classificação geral a cerca de 30 minutos do seu companheiro de equipa mas quer encurtar a distância.

Não tive nenhum problema, mas é óbvio que nas dunas e na navegação ele é melhor, por isso já ganhou tantos Dakar. Não é uma questão de ritmo, nas dunas não há ritmo, há que passar, não ficares parado e encontrar o sitio certo. Ele tem essa habilidade também e muito graças a tantos anos de moto. Ainda que eu sempre digo que ninguém consegue ver através da areia, às vezes a sorte também ajuda porque passas uma duna e a seguir cais num buraco enorme“, comentou.

Há que ir dia a dia, há uma etapa de 500 quilómetros, falta ainda a etapa maratona, falta também ainda Fiambalá… são etapas que históricamente marcaram o Dakar sul-americano. Pouco a pouco. Tenho que conseguir chegar com o carro ao bivouac todos os dias e tratando de fazer bom tempo“, acrescentou.