Nacional de Montanha de regresso na Senhora da Graça

Nacional de Montanha de regresso na Senhora da Graça

Carrocel, Clássicos, Velocidade

Nacional de Montanha de regresso

na Senhora da Graça

Após a pausa para as merecidas férias de Verão, está de regresso o Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017, com a deslocação até Mondim de Basto para disputar a Rampa da Senhora da Graça, penúltima prova do calendário em 2017. Esta prova, que é organizada pelo CAMI Sport com o imprescindível apoio da edilidade local, pode revelar-se decisiva no que à luta pelos títulos diz respeito.

Em termos absolutos e na Categoria 1, Rui Ramalho em Osella PA2000 Evo2 lidera o campeonato, com três pontos de vantagem para Pedro Salvador e o Silver Car EF10, adivinhando-se mais uma intensa luta onde todos os milésimos contam. Atrás destes dois pilotos, Paulo Ramalho em Osella PA21S Evo, João Fonseca em BRC CM05 EVO e Hélder Silva em Juno CN09, vão lutar pelo derradeiro lugar no pódio.

Na Categoria 2 a luta pelo título está ao rubro, com Gonçalo Manahu (Porsche 997 GT3 Cup) a liderar a categoria com apenas quatro pontos de vantagem, para José Correia em Nissan GT-R GT3. Edgar Reis em Porsche 997 GT3 Cup, está mais longe da disputa pelo título mas poder ter uma palavra a dizer na luta pelo triunfo na rampa.

Com cinco triunfos consecutivos, Pedro Saraiva e o seu Mitsubishi Lancer Evo IX, lideram a Categoria 3 com sete pontos de vantagem para João Guimarães em Peugeot 206 RC e podem dar em Mondim um passo decisivo em relação à conquista do título.

Título esse que já não foge a Manuel Correia na Categoria 4, com o piloto do Ford Fiesta R5+ a sagrar-se campeão na prova anterior disputada em Murça. No entanto, Correia luta ainda pelo ceptro nos Turismos e continua a ser o principal favorito ao triunfo nesta prova, onde vai ter a aguerrida oposição de Luis Silva em BMW M3,  Francisco Marrão em SEAT Leon Supercopa e Marco Guerra em Peugeot 306 GTi.

Favorito na Categoria 5, Joaquim Teixeira já garantiu o título, mas a exemplo de Manuel Correia luta ainda pelo título nos Turismos. Jorge Meira e José Cardoso, ambos em Citröen Saxo lutam pelos restantes lugares do pódio.

Na Taça Nacional de Montanha 1300, Armando Freitas e o Toyota Starlet podem em caso de vitória, selar as contas do título em Mondim de Basto. Francisco Leite em Fiat Punto e Leonel Brás em Citroën AX, lutam pelos restantes lugares do pódio.

Chegado à liderança do Campeonato Nacional de Clássicos Montanha, depois do triunfo em Murça, José Pedro Gomes (Ford Escort MKI) é o favorito à vitória nesta rampa, mas a pressionante oposição de Flávio Saínhas, também em Ford Escort MKI, pode dificultar a vida a Gomes. Parcidio Summavielle em Datsun 240Z e Luís Moutinho em Ford Escort MKI, vão estar na luta por lugar no pódio de um campeonato, onde está também Mário Mesquita em Datsun SSS.

No Troféu Nacional Clássicos de Montanha, a luta entre Carlos Oliveira em BMW 323i e Fernando Salgueiro em Ford Escort MKII volta a centrar as atenções, com favoritismo para Oliveira, que lidera o campeonato.

Por último, a Taça Nacional de Clássicos Montanha 1300, que tem como líder destacado Aníbal Rolo em Datsun 1200 Coupé, não tem para já nenhum piloto inscrito.

De referir que a pedido do CAMI Motorsport, a FPAK aceitou adiar a data de fecho das inscrições, que encerram agora na próxima Terça-Feira dia 05.09.2017.

Programa/Horário:

09.09.2017 – Sábado

14H30 – Fecho da pista
15H00 – 1ª Subida de Treinos
16H00 – 2ª Subida de Treinos
18H30 – 1ª Subida Oficial

10.09.2017 – Domingo

10H15 – Fecho da pista
11H30 – Warm Up
14H00 – 2ª Subida Oficial
15H15 – 3ª Subida Oficial