Leões de garras afiadas na África do Sul, para a última prova de 2017

Leões de garras afiadas na África do Sul, para a última prova de 2017

Carrocel, Ralicross

Leões de garras afiadas na África do Sul, para a última prova de 2017

Numa altura em que o Campeonato do Mundo FIA de Ralicross faz pela primeira vez escala na África do Sul, os leões do Team Peugeot Hansen têm tudo a postos para terminar a temporada em beleza, já nos próximos dias 11 e 12 de Novembro. Sébastien Loeb e Timmy Hansen têm, cada um deles, objectivos bastante específicos: garantir a vitória na prova e assegurar o 2º lugar no Campeonato de Equipas.

 

  • O Team Peugeot Hansen e os seus adversários vão evoluir numa pista propositadamente construída para o efeito, no circuito de Killarney, situado 20 quilómetros a norte da Cidade do Cabo, a cidade mais ocidental do continente. A cidade é dominada pelo maciço Table Mountain, sendo que um dos seus cumes denominado “Cabeça de Leão”. Será um bom presságio?

 

  • Já detentor de nove pódios em onze provas desta temporada, o Team Peugeot Hansen está determinado a alcançar a vitória nesta última corrida. Ao volante dos seus PEUGEOT 208 WRX 2017, Sébastien Loeb e Timmy Hansen têm também como missão permitir à equipa garantir a posição de Vice-Campeã do Mundo na classificação de Equipas. De momento, a formação franco-sueca conta com 28 pontos de avanço sobre o seu adversário mais direto.

 

  • Lançado em 2014, o Campeonato do Mundo FIA de Ralicross continua a expandir-se e parte agora à conquista de um novo continente. Depois da Europa, América e Ásia, o desporto motorizado mais dinâmico do momento coloca as suas rodas no continente africano, que já tantas alegrias deu aos leões da Peugeot Sport. A Peugeot tem uma boa implantação comercial na África do Sul, palco desta grande estreia. No primeiro semestre deste ano, o Groupe PSA assinou um acordo de joint-venture com o Grupo VT Holdings para reforçar a sua posição neste mercado.

 

ECOS DO PADDOCK

Sébastien Loeb (piloto, PEUGEOT 208 WRX #9)

Estou ansioso por conhecer este novo circuito e este novo país. Até agora, as minhas experiências no continente africano resumem-se ao Rali Safari, no Quénia – do qual guardo excelentes recordações – e ao Rali de Marrocos. Imagino que a África do Sul seja bastante diferente e terei todo o prazer de o confirmar por ocasião desta final. Estou bastante motivado para esta última prova. Vou cheio de vontade de lutar pela vitória.

 

Timmy Hansen (piloto, PEUGEOT 208 WRX #21)

Seja a propósito da pista ou do país, esta expedição vai ser uma descoberta total para mim. É a primeira vez que vou a África e faço-o com um espírito muito aberto. Espero encontrar rapidamente um bom andamento no circuito, a fim de obter o melhor desempenho possível. Depois do meu 2º lugar em Estering, percebi que tenho estar um pouco mais descontraído. Estou bastante confiante para esta prova.

 

Kevin Hansen (piloto, PEUGEOT 208 WRX #71)

Este circuito é uma novidade absoluta para todos. Espero que seja bastante favorável ao PEUGEOT 208 WRX, mais precisamente à versão de 2016, que é o meu carro. Espero poder chegar à final, como em Estering. O facto de ter feito um bom resultado na Alemanha deixa-me bastante tranquilo à partida para esta última corrida da temporada. »

 

CIRCUITO DE KILLARNEY

  • Distância: 1,060 km
  • Asfalto/terra: 60 %/40 %

 

PROGRAMA

Nota: Horas na África do Sul (menos 2h00 em Portugal Continental)

Sábado 11 Novembro

  • 09h15: Treinos Livres
  • 13h00: Qualificação 1
  • 15h40: Qualificação 2

Domingo 12 Novembro

  • 10h00: Qualificação 3
  • 12h00: Qualificação 4
  • 15h00: Meias-finais e finais

 

Photo Francois Flamand / DPPI