Joaquim Jorge volta a vencer nos Clássicos

Joaquim Jorge volta a vencer nos Clássicos

Carrocel, Clássicos

Joaquim Jorge volta a vencer nos Clássicos

Depois da vitória na corrida de abertura, Joaquim Jorge voltou a subir ao lugar mais alto do pódio no segundo confronto.

Rui Costa arrancou bem, mas Joaquim Jorge estava apostado em não lhe facilitar a vida.

João Pedro Silva foi furando de lá do fundo da grelha e concluiu a primeira volta na sexta posição.

Joaquim Jorge “roubou” a liderança a Rui Costa e João Pedro Silva aproveitava para chegar ao segundo posto. No entanto seria “Sol de Pouca dura” e a mecânica do Porsche deixava-o fora de combate.

A liderança da prova e dos Históricos de 75 era discutida pela “armada” Ford Ecort com Joaquim Jorge a levar a melhor sobre Rui Costa, Rui Alves, Rui Azevedo e Jorge Areia.

Logo após os Escorts terminou o vencedor da Taça 1600 H71, Filipe Matias, em Lotus Elan +2. Seguido de bastante perto pelo vencedor do Grupo 3, Henrique Jordão em Porsche 928s. Rómulo Mineiro, o oitavo a cortar a meta, ganhou o Grupo 5, com o Ford Escort RS 2000.

Joaquim Soares, em Lotus Elan, ganhou os H71, seguido de bem perto por Pedro Serrador, que aos comandos do BMW323i, foi o melhor Grupo 1.

João Vieira levou o Karmann Ghia à vitória nos H65 Taça 1600, desempenho semelhante, mas no Grupo 5, Taça 1600, teve Luís Carlos, em Ford Anglia, que trazia logo atrás o vencedor dos H81, Paulo Sousa, em BMW M535i.