Finalmente a frota reúne-se em Melbourne

Finalmente a frota reúne-se em Melbourne

Carrocel, Vela

Finalmente a frota reúne-se em Melbourne

A equipa do AkzoNobel chegou a Melbourne apenas três dias depois dos espanhóis da MAPFRE. A equipa holandesa está já a reparar os danos que a travessia dos mares do Sul deixou no mastro da sua embarcação. A frota partirá no dia 02 de Janeiro rumo a Hong-Kong.

Foram 17 dias, 11 horas, 24 minutos depois de sair da Cidade do Cabo, África do Sul, a 10 de Dezembro que o barco da AkzoNobel Team pôde, finalmente, atracar na Austrália, completando a terceira etapa da Volvo Ocean Race.

A chegada matinal da equipa holandesa à baía de Port Phillip, às 10h24 locais (23h24 – hora de Lisboa), decorreu sob total calmaria de ventos, o que contrastou com as tormentas que tiveram de enfrentar dias antes nos mares do Sul e de que resultaram danos no mastro da embarcação.

Felizmente o resto do barco está em boas condições”, afirmou, à chegada, Simeon Tienpont. Com a reparação entregue nas mãos da Southern Spars, em Melbourne, e dos profissionais que trabalham no “Boatyard”, o skipper holandês deixa para a sua equipa apenas “pequenas reparações” e “um bom descanso”, algo que constitui “uma das prioridades” depois da dura travessia a Sul.

Estamos felizes em informar que a reparação do mastro por Southern Spars está a correr bem e a nossa equipa técnica de shore está a arar rapidamente através do resto da lista de trabalho para o barco.” pode ler-se nas actualizações das redes sociais.

Com a chegada da tripulação do AkzoNobel, a frota da regata que dá a volta ao mundo está agora, finalmente, toda reunida em Melbourne para uma curta paragem. Os sete barcos sairão rumo a Hong-Kong já no dia 02 de Janeiro.

Os espanhóis da MAPFRE mantiveram a liderança desta edição da Volvo Ocean Race, disputadas que estão 3 etapas, os chineses da Dongfeng ocupam o 2º lugar e o Vestas 11th Hour Racing ocupa o último lugar do pódio. Seguem-se-lhes a equipa do Brunel, Sun Hung Kai/Scallywag, AkzoNobel e o barco com bandeira portuguesa, o Turn the Tide on Plastic, ocupa o 7º lugar.