Corridas de automóveis e crime! Uma história incrível!

Corridas de automóveis e crime! Uma história incrível!

Carrocel, Destaque, Noticias, Velocidade

Corridas de automóveis e crime! Uma história incrível!

Talvez a história dos irmãos Whittington valesse um bom argumento de filme! Quem sabe, um dia!

Embora a história reporte à década de 70, só agora começam a vir “a lume” os contornos deste incrível enredo.

Nessa época, e ainda hoje, Le Mans já era uma prova mítica. Um sonho que só muito poucos realizam e realizavam! Não só pela exigência desportiva de uma prova com aquelas características mas, também, pelas enormes quantias de dinheiro necessárias à participação.

É aí que 2 irmãos, naturais de Beaumont, Texas (EUA), fizeram o que tiveram de fazer, a qualquer custo, para participar! E venceram! Os meios.. esses… fortemente “discutíveis”!

Premissas: estavam decididos a participar, não tinham dinheiro, os custos eram astronómicos, estavam do outro lado do Atlântico.
Solução: traficar droga, ganhar rios de dinheiro, valia tudo! E valeu mesmo tudo!

1979:

A primeira e até hoje única vitória geral de um carro de corrida com motor traseiro é conseguida por Klaus Ludwig/Don Whittington/Bill Whittington com um 935 K3 da Kremer Racing Team. Isto também marca a primeira vitória geral para uma equipa cliente da Porsche em Le Mans.

Os pilotos de outros dois 935 privados juntam-se a Ludwig e aos irmãos Whittington no pódio. Os 936 da equipa de fábrica não têm tanta sorte, no entanto: Bob Wollek e Hurley Haywood, os mais rápidos na qualificação, deixam a corrida após seu carro sofrer danos no motor. Como se isso não bastasse, a correia dentada para a bomba de injecção do outro 936 desprende-se, no meio do circuito, durante a noite. Foi o último carro desse tipo a vencer na prova francesa de Endurance.

Ouçam a história pela voz de John Ficarra:

Nos anos 80, chegaram a ser donos da pista de Road Atlanta que, nas traseiras, tinha uma pista de aviação que era usada para os seus “tais” negócios. Por esse facto, a IMSA – International Motor Sports Association ganhou a alcunha de “International Marijuana Smugglers Association”…

Mais tarde viria a acabar mal para todos com os Whittington a acabarem na prisão por… fraude fiscal, e Lanier, apanhado por contrabando que apesar de andar fugido por um ano e meio, seria apanhado e ficaria na prisão por 25 anos, até ser libertado em 2014. Lanier, de seu nome Randy Lanier, foi o piloto de corridas que venceu o IMSA em 1984 com a equipa Blue Thunder e que, nos tempos livres, tinha um barco… para carregar marijuana para os Estados Unidos. Porém, Lanier fazia parte de um grupo maior, que incluía a familia Whittington…