Como foi o 1º dia dos portugueses na Africa Eco Race

Carrocel, TT, TT

Como foi o 1º dia dos portugueses na Africa Eco Race

Elisabete Jacinto  concluiu hoje a primeira especial do Africa Eco Race 2018, uma curta jornada de 92 quilómetros cronometrados disputada entre Nador e Dar Kaoura em Marrocos, no quinto posto entre os camiões. A equipa Bio-Ritmo® demorou 1h13m34s a cumprir o percurso do dia e registou uma diferença de 10m47s para o primeiro lugar da categoria T4, posição alcançada pelo holandês Gerard de Rooy que participa aos comandos de um potente IVECO, e está a apenas 2m05s do húngaro Miklos Kovacs, vencedor da edição de 2010 desta corrida, que é neste momento o terceiro classificado entre os camiões.

Além desta primeira jornada ter sido bastante exigente, uma vez que grande parte do traçado era composto por caminhos estreitos, sinuosos, com muita pedra e dificuldades de navegação, uma falha no sistema sentinel, que é um dispositivo que permite aos concorrentes aperceberem-se da presença de um piloto mais rápido atrás de si a quem, por questões de segurança devem facilitar a ultrapassagem, acabou por atrasar Elisabete Jacinto: “as especiais feitas no norte de Marrocos são sempre as mais complicadas porque os caminhos são muito justos e torna-se difícil circular com um camião. No entanto, em termos de percurso, conseguimos ultrapassar todas as contrariedades que nos apareceram. Apesar de tudo tivemos um percalço que nos atrasou bastante. Estávamos a imprimir um bom ritmo e conseguimos aproximar-nos do Tomecek, que partiu à nossa frente. Quando finalmente apareceu uma oportunidade para o ultrapassar percebemos que não tínhamos o sistema sentinel a funcionar. Andámos muito tempo no pó do dele e acabámos por perder muito tempo devido a esta falha”, contou a piloto que ocupa a 16ª posição tabela conjunta auto/camião.

Nas motos e quanto aos Oliveira’s, eles fizeram um óptimo arranque de prova e terminaram o dia no Top10.

João Rolo

Rui Oliveira, aos comandos da sua Yamaha, foi o quinto melhor do dia ficando a 8m28s do vencedor da etapa. Luís Oliveira, também em Yamaha, viria a ser o segundo melhor do contingente nacional.

Mais atrás, na 28ª posição ficou João Rolo, o outro piloto luso que faz agora a sua estreia na prova. Aos comandos de uma KTM, o piloto gastou mais 43m26s que Paolo Ceci que, em KTM foi o mais rápido do dia nos 91,58km cronometrados entre Nador e Dar Kaoura, que completou em 1h14m07s.

Amanhã disputa-se a segunda etapa do Africa Eco Race 2018 a qual se realiza entre Dar Kaoura e Agdal. A especial, que será composta por um total de 443 quilómetros cronometrados, será um reflexo da grande variedade de terrenos que Marrocos tem para oferecer destacando-se as passagens de dunas, as pistas rápidas e os caminhos de pedra. O dia vai começar com uma aproximação ao Erg Chebbi onde os concorrentes vão encontrar as primeiras dunas desta corrida. A travessia do Oued Draa também será um dos pontos altos desta jornada.