Campeonato Nacional de Clubes de Seniores

Carrocel, Golfe
O Club de Golf do Estoril no sector feminino e o Clube de Campo da Aroeira no masculino conquistaram a 5ª edição do Campeonato Nacional de Clubes de Seniores, destinado a jogadores com um mínimo de 50 anos, com handicap máximo de 18,4, que decorreu pelo quinto ano consecutivo no percurso nº1 do Clube de Campo da Aroeira 1, em Almada.
A grande novidade deste ano foi a existência de um torneio feminino, graças à dinâmica de dois clubes que apresentaram duas equipas cada um: o Estoril e o Club de Golf de Miramar.
Foi, assim, possível organizar uma competição com quatro formações, com o Estoril-B a triunfar com 342 pancadas (171+171), 54 acima do Par, seguida da equipa A do mesmo clube com mais 7 pancadas.
As novas campeãs nacionais são Patrícia Ricciardi, Graça Medina e Júlia Lavradio, enquanto as vice-campeãs são Paula Saúde, Teresa Matta e Beatriz Simon.
Já no torneio masculino, os novos campeões, da Aroeira, foram Sérgio Pereira (+13), Jorge Dores (+16), Carlos Guerreiro (+24) e José Delgado (+28), com 485 pancadas, 53 acima do Par, após voltas de 235 e 250.
O clube da casa já liderava a prova aos 18 buracos, com 8 pancadas sobre o Tróia Golf e terminou os 36 buracos com uma superioridade de 6 pancadas, por Tróia ter agregado voltas de 243 e 248, alinhando com João Neto Santos (+11), António Farinha (+24), António Sá (+26) e Miguel Sales (+27).
Foram exactamente os mesmos jogadores que no ano passado já tinham assegurado o vice-campeonato, mas note-se que Tróia melhorou a sua prestação, pois este total de 491 (+59) é um progresso de 7 pancadas em relação a 2016.
O Quinta do Peru Golf & Country Club, que defendia o título, terminou desta feita no 4º lugar, com 503 (+71), atrás da Associação de Seniores que assegurou a 3ª posição com 501 (+69). Mas a equipa de Azeitão teve fechou em grande, com a melhor última volta, de 245.
O Campeonato Nacional de Clubes Seniores contabilizou para cada classificação diária os dois melhores resultados femininos em três possíveis e os três melhores resultados masculinos em quatro possíveis.
Houve 20 equipas inscritas (16 masculinas e 4 femininas) melhorando o total de 18 de 2016, que já tinha sido um recorde, depois de 10 em 2014 e 2015, e de 9 em 2013.
O incremento nos dois últimos anos ficou a dever-se à alteração regulamentar efectuada no ano passado, que baixou a idade limite das inscrições de 55 anos para jogadores que completem pelo menos 50 anos no ano em que se joga a competição.
A competitividade do golfe nacional nestes escalões etários está comprovada pelo facto de em cinco anos ter havido cinco campeões diferentes no sector masculino:  a Associação Barmen de Portugal em 2013, o Clube de Golfe da Ilha Terceira em 2014, o Club de Golf do Estoril em 2015, o Quinta do Peru Golf & Country Club em 2016 e o Clube de Campo da Aroeira em 2017. O Estoril, ao vencer este ano no torneio feminino, passa obviamente a ser o único com títulos nos dois eventos.
Fonte: FPG