A chegada a Dakar

A chegada a Dakar

TT, TT

A chegada a Dakar

Cai o pano sobre mais uma edição da Africa Eco Race. Uma prova que nasce para colmatar uma situação nunca antes imaginada: o êxodo do Rally Dakar para a América do Sul.

Pelo caminho, quiçá adiados sine die, sonhos de quem construia motos ou carros na garagem de casa para um dia ir até Dakar e correr na prova nascida das mãos de Thierry Sabine.

Mas o sonho insiste e persiste e Jean Louis Schlesser e René Metge decidem criar uma prova para manter o espírito do Rali Dakar em África e com especial enfoque nas questões de segurança e desenvolvimento sustentável. Além do aspecto desportivo, o rali tem como objectivo colocar ênfase na consciência individual sobre eco-responsabilidade, assunto cada vez mais merecedor da atenção de todos.

O mote, esse é simples: Ajuda mútua, solidariedade e convívio! Essas são também as palavras que se ouvem com frequência da boca de quem viveu esta aventura.

O Rali África Eco Race, destina-se a amadores e profissionais do desporto motorizado, desenrolando-se por mais de 6500 km, durante 11 etapas. A corrida atravessa os territórios de Marrocos, Mauritânia e Senegal.

Participar é algo tão especial que mesmo os que acabam por não se conseguir classificar, continuam em caravana a acompanhar e cumprem todo o percurso até ao Lago Rosa. A chegada é indescritível! Só sabe o que é, quem já lá chegou!

Despedi-mo-nos da cobertura desta edição com o vídeo onde Elisabete Jacinto faz o balanço desta corrida na chegada a Dakar e entrevista os nossos “motards”: